#10 Não compre, adote! (1 mês sem o Nico e o Assis)

gatos

Eu já comprei cachorro. Eu já ganhei cachorro. Eu nunca fui uma pessoa que teve gatos, até que eles começaram a aparecer aqui em casa. E eu nunca fui uma pessoa que pensava em adotar um animal, até que a minha lhasa era, na verdade, uma vira-lata.

Hoje, levanto a bandeira da adoção e acho que, nunca antes na minha vida, tive tanto bicho quanto agora. No momento, são 3 cachorras, 3 gatos e 1 papagaio. Quase todos resgatados da rua. Não sei nem como isso começou, só sei que, quando dei por mim, a casa já estava cheia de bichos. É um pouco difícil administrar todos eles, principalmente, quando tenho que dar remédios, e levar no veterinário, mas com jeitinho, um tempo ali e outro lá, consigo fazer isso.

Muitas vezes, as pessoas têm medo de adotar algum animal, porque falam que eles ficarão sozinhos em casa, e não querem que eles passem por isso. Mas eu garanto a vocês que eles ficarão muito mais felizes estando “sozinhos” em casa, do que sozinhos num abrigo, ou abandonados na rua. Os abrigos, muitas vezes, têm mais animais do que podem suportar e, por mais que os cuidadores tenham todo o amor do mundo, o que eles mais querem é que esses bichinhos tenham um lar onde eles possam ter alguém para chamar de deles. ;)

Às vezes, eu fico triste, porque tenho uma cachorra que fica na garagem (é impossível deixá-la dentro de casa – eu já tentei, e ela destruiu meu edredom e inúmeros pares de sapatos, sem contar as caminhas que eram do Assis, rs.). E à noite, temos que prendê-la na corrente, porque, acredite ou não, ela destruiu alguns fios do carro do meu pai – o que fez com que o carro não desse a partida de jeito nenhum! Mas eu penso que ela poderia estar na rua, passando fome, frio ou até machucada sem cuidado algum. Felizmente, mesmo que na coleira, ela tem a ração, água fresca e uma casinha para se proteger. <3

12687984_10156568480045370_6411357001650182393_n

(Desculpa se eu te assustei com esse relato dessa pequena furacão que ilustro aqui em cima, mas eu te garanto que nem todos são assim. A grande maioria vai destruir coisas normais como sapatos, roer alguns móveis, fazer xixi no lugar errado de vez em quando, comer algum livro, mas destruir fiação de carro, só a Lina mesmo, não se preocupe, rs.)

Ela seria um bom exemplo de devolução do animal – vide o tamanho da destruição que ela causou, e por isso, gosto de frisar na adoção responsável. Saiba que cachorro e gato, principalmente filhote, gosta de destruir coisas. Você tem a obrigação de ensiná-lo a não fazer isso. Você tem a obrigação de mostrar o que é certo e errado e, você tem a obrigação de ter paciência. Aliás, paciência, é a palavra-chave para os meses de adaptação. Precisamos ter em mente que os animais, são animais, oras bolas. Eles não nascem sabendo onde pode e onde não pode fazer xixi, não sabem que não podem destruir as coisas, alguns não são adestrados facilmente, e existem aqueles que têm o temperamento bem explosivo.

O animalzinho requer muitos cuidados também. Às vezes, nem o próprio abrigo sabe dos problemas que ele pode vir a ter, e sim, você vai ter gastos extras que não estavam nos cálculos. Portanto, você tem a obrigação de se comprometer com isso. O bichinho não é uma mercadoria que, caso não dê certo em casa, você vai lá e devolve. E, principalmente, se ele “não couber na mudança” se desfazer como um simples objeto de decoração. Infelizmente, muita gente faz isso!

13872933_10157328547820370_7559680139311754230_nEnriqueta

wp-1470874510117.jpgLina

13932182_10157330327355370_135381994_oBrigite

13882220_10157328545580370_8984347172762950335_n

Neno

13880412_10157328549065370_6885691648912225862_n

Greta

wp-1470868080086.jpg

Tupi

13912605_10157328547405370_2401562416844713534_n

“Ah, mas eu sei a procedência de onde veio o meu cão de raça”. Na verdade, os canis de reprodução são tão cruéis quanto a indústria da carne. Imagina ser criada somente para procriação? E, depois que a cachorra não servir mais para isso, ela é descartada como se nada fosse. Por mais que você conheça o canil, os donos do canil e etc, ainda acaba sendo cruel.

Não sou de julgar quem não adota e decide comprar, até porque, eu mesma já comprei cachorro. Mas hoje, eu tento conscientizar as pessoas sobre os benefícios de se adotar animais, porque o que mais tem, é bichinho para adotar, e o que esses bichinhos mais precisam na vida é de uma cama quentinha, e a certeza de que não vão passar mais fome, nem frio.

O amor (e o olhar de gratidão) que a gente recebe deles, é muito maior do que você pode imaginar!

Que São Francisco de Assis continue me abençoando, amém!

13731537_1126298937442900_2761482733036331767_nsaudades dos meus anjinhos

 banner-BEDA

Anúncios
11 comentários
  1. Adotar é tudibom! <3 Todos os gatinhos de casa (são seis no total, cinco fêmeas e um macho, o Pudim) foram adotados e não me arrependo por um fio de cabelo, já que o amor que eles trazem nem se compara ao trabalho que dão.

    Acho muito importante você frisar que a responsabilidade de cuidar e educar o animal é do dono, a gente vê quantas e quantas pessoas devolvendo animaizinhos como se eles fossem um produto :( É triste.

  2. Nicas disse:

    Nhoooow, essa foto do Nico e do Assis!
    Eu acho a Enriqueta maravilhosa demais (começando pelo nome), linda, linda, linda mesmo!

    Procurando os anúncios da Alessa e da Cassandra, passei por vários descartes de matrizes de gatil (felizmente, foram adotadas super rápido, não chegou a dar tempo nem de me candidatar) e era horroroso ver o estado das pequenas. Também fui visitar um amigo semana passada e chegando lá conheci um Golden de 5 anos que nunca tinha saído da jaula, estava na primeira semana de adoção e liberdade e tudo era estranho pra ele. É de cortar o coração.

    Já tem muitos anos que não consigo nem me imaginar comprando um bichinho, mas conheço quem desistiu por causa do excesso de regras das ONGs. A Luiza Mel, por exemplo, não permite gatos em casa, mesmo que sem rotas de fuga, passei por mais de uma criadora que exigia visitas surpresas ilimitadas para verificar os animais e tinha uma que não adotava pra quem morava em imóvel alugado. Eu entendo a preocupação co0m o abandono, mas as dificuldades de adoção são as vezes maiores que os problemas gerais que a gente pode enfrentar.

    Acho lindo você com a bicharada! Até nas fotos com eles você sai mais feliz. Vamos um dia sair todos, quero ser miga de todos eles!

  3. Vy disse:

    Só não adotei meu gatinho ainda exatamente porque quero fazer direito. Quando tiver uma vida estável com um canto especial pro meu bicho, ai sim vou adotar um que precisa de lar! Na casa da minha vó era assim, os bichos meio que iam se chegando, haha, principalmente gato. Eu era doida pra ter um quando criança, mas meus pais (desconfio que minha mãe, na verdade) não deixavam =( Super apoio a adoção de bichinhos, acho que quem quer fazer o bem não olha a quem ;)

  4. Mareska disse:

    AMO como a gente que tem bicho tem essa noção de que ter uma casa meio destruída é algo normal xD meus 3 gatos foram adotados: uma a minha tia trouxe porque a gata da amiga dela deu cria, o outro foi a gata da minha tia que deu cria e a gente ficou com um dos filhotes e o outro uma conhecida da minha vó contou que a vizinha dela batia no filhotinho e deixava sem comida e sem água então a gente falou TRAZ ELE PRA CÁ AGORA e ficamos com ele. Mas antes desses, todos os outros também sempre foram adotados. Uma prima minha começou a fazer trabalho voluntário numa ONG daqui da cidade e pegou um cachorrinho pra dar abrigo temporário – hoje ela assinou os papéis da adoção, porque ele se deu tão bem com os gatos que ela já tem, que ela e minha tia resolveram ficar com ele de vez <3

  5. Mi WB disse:

    Eles são uns terrorzinhos, mas a gente ama eles, né? <3 A minha tá aqui no exato momento fazendo bagunça, inclusive hahaha.
    Ela é uma vira latinha coisa mais bonitinha e "adotada". (Na verdade eu ganhei ela, mas a mãe dela foi adotada pelos donos.

    Parabéns pelo blog, beijos!

  6. BA MORETTI disse:

    a piny, minha poodle, aprova esse post (de ficar com o coração quentinho mesmo) e garante que todo xixi fora do lugar que ela faz é porque o cafofo é novo e por ser ceguinha ela ainda não se achou direito e que é grata por toda bananinha e carinho que ganha nesses 12 aninhos de vida comigo :)

  7. Gabriela disse:

    FALOU TUDO! No momento tenho 3 cadelas (só Deus sabe o quanto eu queria mais, mas não dá hsuahas), uma eu peguei da ninhada de uma cadela da minha tia e outras duas resgatei da rua, uma delas foi abandonada na minha rua e ficou morando dois dias no portão de casa, no terceiro ela já tava pra dentro shauhusa eu sou MEGA favor da adoção, sempre que alguém me fala que quer um cãozinho, ou gatinho, já dou dica de adoção, pode não ser um animal de raça, mas o amor que eles devolvem é o mesmo de um animal de raça.
    Quando estava na faculdade eu até cheguei a fazer um trabalho sobre adoção de animais, nem preciso dizer que nem foi um trabalho, fizemos com tanto prazer, que nem parecia que era trabalho da faculdade hsauhuas um dos abrigos que visitamos foi um pouco entristecedor, pois a dona do lugar se mostrou tão insatisfeita, ela mesma falou (EU JURO!) que se pudesse nunca teria aberto o abrigo, por causa do trabalho que dá, foi algo bem triste de se ouvir, porém de certa forma era compreensível, ela contou que as pessoa deixam ninhadas e mais ninhadas de cães e gatos no portão dela, sobrecarrega o abrigo, ai ninguém quer adotar… Realmente acaba sendo bem desmotivador, é uma pena porque ela e os animais acabam sofrendo. Mas por outro lado visitamos um outro abrigo que era um amor, o dono mostrava prazer no que fazia, dava para perceber na forma como ele nos contava sobre o trabalho o quanto ele amava aquele lugar e os animais ali.
    É muito triste ver a quantidade de pessoa que abandonam os animais, eu acho o cúmulo do absurdo uma pessoa largar um animal porque o mesmo cresceu. Mano. MANO. Ele era filhote, queria o que? Sinceramente, eu não sei como uma pessoa consegue fazer isso com um animal que só sabe demonstrar amor e afeto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: