arquivo

Arquivo mensal: janeiro 2016

O ano começou numa sexta-feira e eu estava na praia. Não fiz muita coisa dia 01, porque eu já ia voltar para São Paulo, e eu ainda não estou acostumada a pegar a estrada, então, estava numa ansiedade de começo de carta. Mas foi tudo bem. Acho mais tranquilo subir a serra do que descer. Odeio ter a sensação de estar com o pé no freio constantemente. Talvez seja falta de hábito. Preciso ir mais à praia.

Não tenho grandes planos para esse ano. Só quero mais tranquilidade e paz. Paz de espírito e amor. Coisas que eu venho tentando ter ao longo desses anos. Eu quero também ser uma pessoa melhor pro mundo. Não é fácil, nem um pouco fácil quando se tem ascendente em áries (risos). Sinto que fico irritada com poucas e pequenas coisas e acabo descontando a minha raiva (ou frustração) naqueles que nada têm a ver com o assunto. Quero melhorar muito nesse aspecto.

Espero que eu consiga ler alguns livros esse ano, já que o ano passado foi um total fracasso. Não que eu me sinta mal por isso, não farei de uma coisa boa, obrigação. Se eu quero ler, quero estar focada naquilo, e isso não tem acontecido. Minha concentração está mínima. Acabei criando com algumas amigas um clubinho do livro para ver se a gente se ajuda esse ano, haha. O objetivo é ler 01 livro a cada 02 meses, e temos os temas. De janeiro é biografia, e eu quero ver se consigo terminar de ler a biografia de Caio Fernando Abreu que eu tenho aqui desde 2012 (acho).

Assistir mais filmes também. Ano passado voltei a frequentar o cinema, mas poxa vida, custa muito caro essa vida de ser intelectual. Não dá para ficar gastando 30 reais num ingresso todo fim de semana. Desculpa, gente, mas ainda vou ser adepta dos torrents e popcorn time. Quero ver se consigo assistir aos filmes dos boxes que eu tenho aqui: Woody Allen e Audrey Hepburn. Se eu conseguir, conto aqui depois.

Também estou com uma ideia de fazer uma newsletter quinzenal. Para quê? NEM EU SEI, MAS DEU VONTADE. Talvez um projetinho de fotografia? Dicas? Comida? Não sei ainda, porque não quero deixar o blog, então, preciso pensar num assunto para essas newsletter. Quando eu tiver a ideia certinha, deixo aqui para quem quiser assinar! ;)

Viajar também está nos planos, mas eu preciso me organizar direito, até para deixar as coisas bem certinhas na fábrica. Não é fácil. Não tenho férias desde Janeiro 2014 (!). Have a break, have a kit kat.

Talvez eu entre na academia para treinar e quem sabe começar a correr. Talvez.

E agora a coisa mais ousada e perigosa que eu quero para esse ano é: me apaixonar. Mas pra valer, sabe? De ser recíproco e etc. Faz tempo desde a última vez que isso aconteceu. Tá mais do que na hora de pôr esse coração brega para funcionar de novo, cêis não acham? Torçam por mim! :)

Oi, 2016!Image-1