Youth is wasted on the young

A conversa começou por causa da minha bio, e aí já percebi que alguém prestava atenção aos detalhes. Isso é bom, é interessante, é um ponto que não podemos desperdiçar. Conversa vai, conversa vem, marcamos um encontro, o nosso primeiro encontro tinderiano. Não aconteceu.

Por alguma força maior, o cara mais legal que eu já conversei nesses últimos dois anos (sim, pois é!), me deu um block catastrófico sem mais nem menos. Tudo em questão de 3 dias, virou purpurina. Eu fiquei aqui, sem entender e culpando o Universo por tudo, porque é mais fácil culpar os cosmos do que a mim mesma pela minha incompetência.

Eu apenas ainda não acredito que eu não tenho essa sorte (muito menos no jogo e, principalmente, no amor). Meu horóscopo havia me avisado, mas como há tempos eu não leio, eu não pude me preparar pro que poderia acontecer. Na verdade, eu nunca esperaria que alguma conversa duraria horas, quiçá dias no meu whatsapp, foi na-tu-ral-men-te.

É lógico que os meus olhos brilharam, e eu criei expectativas, mas a vida taí para me dar um belo tapa na cara. “Não, minha querida, isso você nunca vai ter”, foi o que eu ouvi lá no fundo. O meu horóscopo diz que é para eu tirar uma grande lição disso tudo, e a única conclusão que eu chego é que eu, realmente, não estou preparada para gostar/amar alguém. Ainda tenho muito medo e insegurança, e qualquer afinidade ou uma faísca de atenção já faz com que eu imagine casando e tendo filhos. Eu sei que isso não é nem um pouco saudável, mas eu tenho que aceitar que eu sempre serei uma eterna romântica. Um pouco freak, porém romântica. Provavelmente é algo que eu tenha que trabalhar muito ainda, minha auto confiança, minha liberdade, meu poder de ir e vir, etc. Não posso deixar os outros simplesmente entrarem e fazer uma bagunça aqui dentro só por fazer. Natália não é bagunça, já dizia a minha amiga travesti.

Anúncios
4 comentários
  1. Vontade de te dar um super abraço, Ná <3 Essas coisas do coração são tão complicadas, admiro quem lida facilmente com isso. Sou travada e te entendo super bem, não por acaso tenho amigos que até hoje me chamam de estranha por só ter namorado uma vez na vida e por já ter passado mais de ano sem ao menos beijar alguém na boca. Hoje em dia isso nem me incomoda tanto, mas fico assustada com a banalidade das relações hoje em dia. Por um lado parece mais confortável ficar como está, o bom e velho "antes só do que mal acompanhado". Tudo sem seu tempo. E enquanto não aparece alguém razoável, acho que vale tirar um tempo para aprender a se amar mais, viu? Não é nem um pouco egoísta e é um processo demorado, mas vale o investimento. Quando a gente se sente bem na própria pele o universo até tenta ser um pouco piedoso. <3 Não hesite em me procurar quando precisar, sua bonita!

    • Natália disse:

      A gente se conhece, a gente se entende. <3

      Mas é difícil, não é mesmo? Esse processo todo para que nos aceitemos e nos amemos mais. Tem uma hora que cansa, hahaha, pelo menos, comigo é assim.

      <3

  2. Isadora - disse:

    Nambarinha, Nambarinha, é melhor mesmo a gente conseguir arrumar a nossa própria bagunça antes de deixar alguém entrar e fazer a dele, sabe? Só não acho justo quando a gente começa a se ~culpar por isso. Tenta entender que não é o cosmos, mas é você, dando um sinal beeeeeem sutil de “calma aí, que ainda falta colocar as coisas no lugar antes de abrir pra visitas”, sabe assim? A gente fica melhor :) <3

    • Natália disse:

      Nhom, dona Isa. Você tem total razão, mas sabe o que é pior? É que eu achei que eu estava totalmente preparada, tudo arrumado e limpinho, mas vi que não, hahaha. Ainda bem, eu acho, porque poderia ser pior, né? <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: