Filmes de Outubro

Gravidade

Estava ansiosa para assistir Gravidade desde que saiu o trailer. O Espaço sempre foi algo que me fascinou, e me fez lembrar da época que eu queria ser astrônoma. Ideia louca de criança. Não deu certo por motivos de: eu tinha muito medo das histórias de E.Ts. Hahaha. Assisti Gravidade no cinema, mas não foi em 3D e muito menos em Imax. Foi no cinema do Interlar mesmo, e sem ser sala stadium, hahaha. Levei  minha mãe junto, e achei que ela dormiria o filme inteiro, haha. Ela gostou tanto quanto eu, saímos do cinema sem ar, como disse a Lari no twitter: parece que ficamos sem respirar o filme inteiro. 

gravidade

O Som ao Redor

É o nosso filme brasileiro indicado ao Oscar. Assisti só para matar a curiosidade e ainda não entendi o motivo da indicação. Acho que não tive maturidade o suficiente para entendê-lo, hehehe. O filme é um caso de vingança, e retrata a classe média da zona sul de Recife. Como o nome diz, o som é algo muito evidente, diferentemente de Gravidade, o qual quase não há som nenhum, haha. O mais interessante, é que depois de assistir a esse filme, eu comecei a prestar mais atenção nos sons ao meu redor. Os latidos dos cachorros, os carros, o barulho das teclas enquanto eu digito esse texto, etc. É um bom filme sim, mas para mim, Elena é que deveria ter sido indicado, hunf.

osomaoredor

Jobs

Tava doida para ver por motivos de: Ashton Kutcher. Sim, sou fã e acho ele lindo demais. Embora depois do que ele fez com a Demi Moore tenha me desgostado um pouco, hahaha. Mas temos aí Kelso e Jackie novamente, se é que me entendem, haha. Anyway. O que eu achei de Jobs? Eu achava que ia contar mais sobre a história do Steve Jobs do que da Apple, sabe? Mas não. Fuén. Um pouco decepcionante, mas eu gosto tanto desse clima setentista que, pelo menos isso, salvou um pouquinho o filme!

jobs

Some Gilr(s)

Achei esse filme procurando mais coisas sobre a Jennifer Morrison no filmow. E, para a minha surpresa, tem o Adam Brody no elenco! Bom, é sobre um cara que está prestes a se casar, e viaja os EUA para encontrar as suas ex-namoradas, e pedir desculpas pelos erros que fez no passado, embora muitas vezes, achasse que não tinha errado, e etc. Um típico canalha. Eu fiquei com ódio do Adam Brody, para vocês entenderem, haha, no final do filme eu queria era dar um tapa na cara desse fdp, mas né, vamos com calma, galera. Hahaha

somegirls

Anúncios
3 comentários
  1. Preciso dizer que adorei Gravidade! E outro filme que gostei muito foi Diana, super indico.
    Jobs eu gostei, mas esperava um pouco mais.
    hUg

  2. Tany disse:

    Assisti ‘Gravidade’ no cinema e amei. Não esperava muito do filme e achava que seria bem chatinho, mas fiquei super surpresa com o resultado. Também já vi ‘O Som ao Redor’ e acho um bom filme brasileiro. Se merecia ir concorrer ao Oscar eu não sei.. mas creio que eles resolveram ter uma abordagem um pouco mais ‘comum’ e ‘fácil de relacionar’ do que os últimos anos. Mesmo achando que é provável que ‘Elena’ tivesse mais chances, mesmo não tendo visto, só pelo apelo visual do filme mesmo.

    Os outros dois não vi e ‘Jobs’ não me interessa porque odeio o Ashton, mas vou acabar baixando, hahaha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: