arquivo

Arquivo mensal: setembro 2013

A Tadsh do Elvis Costello Gritou Meu Nome me indicou um meme/tag muito legal. É um desafio para o qual eu tenho que dizer cinco livros que eu gostaria de ter vivido. Assim que eu soube, logo já pensei em um, os outros foram mais difíceis, mas consegui chegar no total, hahaha! Vou escrever aqui na ordem que eu fui lembrando:

barba

1. Barba Ensopada de Sangue

Esse foi o livro que eu logo pensei, e eu já falei várias vezes sobre ele. Há 2 motivos que me fazem querer viver a história: 1) Garopaba e 2) o nadador. Depois que li o livro, Garopaba virou um local que eu quero muito conhecer, não sei quando isso vai acontecer, mas está na “lista dos lugares que preciso conhecer antes de morrer”. E viver uma história de amor com o nadador… Ah…

harry

2. Harry Potter  

Todos. Eu gostaria de ter vivido todos os livros do Harry Potter, estudado em Hogwarts e ter lutado contra o Voldemort. Eu não sou uma mega fã da série, até porque eu não lembro exatamente de todos os personagens, todos os acontecimentos, todos os nomes. Quando eu li Harry Potter, o primeiro filme já tinha sido lançado, e eu estava de férias da escola. Foi um período um pouco triste, porque eu não tinha amigos #foreveralone. Tinha parado de falar com as meninas com quem eu falava na escola (por motivos de: não estava dando certo) e comecei a ficar mais na minha. Durante essas férias, lembro de ter sido um período um pouco angustiante, porque eu já não tinha mais um grupo e não sabia como seria o ano seguinte. Eu conversava com a Lari, mas ainda não éramos amigas. Os livros do Harry Potter foram como um outro mundo. Eu sempre pude me transportar para essa magia que era devorar um livro depois do outro, e eles terem sido meus companheiros de férias, só tornou a história ainda mais especial.

carrielivro emprestado. no photo for me. :(

3. Os Diários de Carrie 

Lembro de quando estava lendo o livro o que eu mais queria era ser amiga da Carrie, fazer parte do grupinho, estudar na mesma escola, passar a tarde com os amigos, etc. Acho que a maioria de nós sempre teve vontade de estudar naquelas escolas americanas, que a gente via nos filmes e seriados, com aqueles armários para guardar os livros, os bailes no fim do ano, as férias de verão, as casas de condomínio, não? Bom, pelo menos, eu sempre tive vontade, hahaha. Ao ler esse livro, mesmo depois de grande, eu tive a maior vontade de viver tudo aquilo que a Carrie vivia. Engraçado isso, porque eu não simpatizo muito com a personagem mais velha, hahaha. Eternamente 15 anos.

ossete

4. Os Sete

Os Sete é um livro sobre vampiros que eu li durante o colégio. A história se passa no Rio Grande do Sil, se não me engano, e eu lembro de quando eu lia o livro, pensava se essa história fosse realmente real, sabe? Se acontecesse tudo aquilo que o livro o dizia, como é que a gente ia se virar????? Hahahaha. Acho que porque a história aconteceu no Brasil, eu me imaginava vivendo aquilo. Não li muitos livros de vampiros, mas se você quiser um para ler, recomendo muito.

teteatete

5. Tête-à-Tête

É uma biografia de Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre. Não lembro exatamente de quando eu li, mas é um dos meus livros preferidos. Acho que não tenho muito que explicar os motivos de eu querer ter vivido esse livro, né? Paris, cafés, pessoas inteligentes… Ah, a boêmia francesa. Não queria ser nem Simone, nem Sartre, mas talvez ter vivido com eles, estudado na Sorbonne, essas coisas de gente culta e inteligente, hahaha.

Achei esse meme/tag divertidíssimo e fiquei com vontade de reler todos esses livros, mas eu tenho tantos outros novos parados que olha, a culpa está me corroendo! Enfim. Indico esse meme/tag para as blogueirinhas lindas do coração: Lari, Julie, Anna, Irena e Lidy (se alguma de vocês já foram indicadas, me desculpem pela repetição, hehe) ;)

Eu não sou uma pessoa fã de gatos, sempre gostei mais de cachorro e nunca tive um bichano para cuidar. Acontece que no começo do ano, apareceu aqui em casa uma gatinha minúscula e assustada, que se enfiou dentro do fogão da minha tia. Depois desse dia não era raro encontrarmos com ela deitada em cima dos panos que ficavam na lavanderia. A partir de então, a Vila do Seu Jura passou a ter mais uma moradora.

Ela fica na casa das minhas priminhas, são elas que cuidam agora. No começo, eu ajudei com veterinário, vacina e castração. Hoje, a Francesca só fica comigo para posar pras fotos, hahaha.

A Francesca não fica na minha casa, porque a Enriqueta não deixa. As duas não se dão, e uma tem medo da outra. :/

As fotos foram feitas com a Pentax e estou encantada com o resultado. O filme foi um Pro Imagem 100 e quando eu vi que a bateria da câmera tinha acabado, eu achei que tinha errado toda a fotometria e não ia sair nada. Mas, pelo visto, eu já me acostumei com a câmera! :)

fran 85770003 85770004 85770006 fran185770008 85770010 85770012

Gui Boratto, para mim, é o DJ de uma música só. A única música que eu ouço no repeat desde 2010 é a No Turning Back, e toda santa vez que eu ouço essa bendita música, aquela sensação de liberdade toma conta de mim. Eu não sou fã de eletrônica e, para falar a verdade, eu não conheço nadica de nada desse estilo de música. Gui Boratto me foi apresentado por uma amigo baladeiro. Ponto. Mas também não fui a fundo no conhecimento de sua música e em sua pessoa. Acho até que ele é brasileiro, hahaha.

Daí que esses dias, esses tempos, esse ano, eu ando meio ausente, esquecida e fora de mim. Sabe quando a gente se perde da gente mesmo e nos esquecemos de quem somos? Pois é, ando bem assim ultimamente, mas acho que é toda uma pressão do trabalho que eu não sentia antes e tenho que me ajustar.

E eu estava bem assim quando conheci essa música, que de vez em quando, eu coloco no youtube e mesmo sem quase nenhuma letra (coisa que eu odeio), eu consigo ouvi-la horas sem parar. É bom quando algumas coisas surtem um efeito na gente, que nem a gente sabe explicar o que é.

É que sei lá, toda vez que eu ouço o começo da música, eu me imagino numa viagem de carro, com cheiro de maresia, e aquele clima de fim de tarde.

Aqui no blog só tá tendo post desse jeito, né? Hehe… é que a vida anda tão ~agitada~ que só posts de filmes que salvam mesmo.

Vamos a lista de Agosto que ela é bem boa. Recomendo todos!

Elena

Elana é um documentário baseado na vida de Elena Andrade, irmã de Petra Costa, a diretora do filme. Eu sou a mais esperta das espertas porque assisti a esse filme no fim de um sábado qualquer, e desabei em lágrimas. O filme/documentário se tornou um dos meus favoritos, tanto pela história, quanto pela delicadeza, a fotografia, música, tudo! E a Petra, uma das minhas diretoras favoritas!

elena

Grande Gatsby 

Finalmente consegui um torrent (cofcof) para poder assistir ao Leo DiCaprio como o magnífico Gatsby. Já havia lido o livro há um tempo e ele é um dos meus favoritos. Quando eu vi o trailer do filme fiquei em êxtase, porque eu amo essa mistura de filme de época com algo contemporâneo. Por mais que as festas do Gatsby fossem glamourizadas demais, eu as achei fantástica! Vi que muita gente não gostou do filme por causa disso, mas óh, coraçãozinho na tela. <3

greatgatsby

As Sessões

Fiquei sabendo desse filme navegando pelo filmow. Eu gosto bastante de usar o filmow para conhecer filmes, ver a lista das outras pessoas e ir adicionando os que me interessa. É uma espécie de “locadora” online para mim, haha. Achei As Sessões um filme delicado que trata um tema que todos nós temos curiosidade (ah, vá me dizer que não?), e mostra como a vida sexual funciona (ou não) para um homem que sofre de paralisia. Helen Hunt tá inteirona, porém poderia pegar leve no botox (sdds Jamie).

assessões

Universidade Monstros

Melhor que Meu Malvado Favorito, hehehehe.

monstros

Depois de Lúcia

Olha, esse filme. Fiquei meio perturbada, apenas. Na sinopse diz que é sobre bullying no colégio, mas acho que história vai mais além disso. Nos tempos de blogueirinho de revista teen escrevendo sobre “mulher pra ficar e mulher pra namorar”, acho que o filme retrata muito bem a sociedade em que (ainda) vivemos e as escolhas da mulher (mesmo que ainda uma adolescente).

depoisdelucia

A Caça

É um filme que trata outro tema polêmico que é muito atual: a pedofilia. O personagem principal é extremamente cativante, e a história se desenrola num desespero silencioso.

acaça

Frances Ha

Ahoy, sexy! Ai, que sorte que eu tive de ver o trailer de Frances Ha bem na semana que ia estrear aqui em São Paulo! E, por incível que pareça, eu fui assistir no cinema, hehehe. Não frequentava o cinema, principalmente, o Reserva Culturan há uns bons 2 anos e que saudade bateu. Adoro lá! O filme tem NY, tem Paris, tem trilha sonora incrível e tem o Adam (aquele esquisitão de Girls), acho que não preciso falar mais nada.

francesha

Educação 

Eu sou apaixonada pela Carey Mulligan desde que eu assisti Never Let me Go.  Educação é um filme que retrata o “machismo” nos anos 60 numa pequena cidade da Inglaterra. O filme mostra como uma mulher deve ser criada para a sociedade: ou ela tem que estudar até entrar em uma boa faculdade e fazer um bom curso, ou ela tem que se casar, mesmo que com apenas 16 anos, largando escola e sonhos para trás. Em alguns momentos me senti como a Jenny, que não conhece nada do mundo até se aventurar com um rapaz mais velho e perceber que a vida pode acontecer se ela quiser. Assim como, a vida é muito mais que apenas meu quarto, e olha que eu já não sou mais uma adolescente, hahaha. #força #time

educação

Agosto foi bem bom, né? Já assistiram algum desses filmes? O que acharam? E também se quiserem deixar dicas de filmes nos comentários, não se acanhem, eu vou adorar! Hahaha