Dexter Mayhew

“(…)

– Na verdade eu estava pensando…espera aí, eu vou abaixar o som…se você não quer vir aqui. Tem champanhe, tem música, talvez até algumas drogas. Alô? Alô, está me ouvindo?
– Achei que tínhamos decidido que isso não era uma boa ideia
– Foi mesmo? Porque eu acho uma ótima ideia.
– Você não pode me telefonar de repente e esperar que eu…
– Ah, sai dessa, Naomi, por favor. Eu preciso de você.
– Não!
– Você pode estar aqui em meia hora.
– Não! Está chovendo muito.
– Eu não estou dizendo para vir andando. Pega um táxi, eu pago.
– Eu disse que não!
– Eu realmente preciso de companhia, Naomi.
– Liga pra Emma!
– Emma não está em casa. E não estou falando desse tipo de companhia. Você sabe o que estou dizendo. O fato é que se eu não tocar  em outro ser humano esta noite eu acho que posso até morrer.
– …
– Eu sei que você está aí. Estou ouvindo a sua respiração.
– Tudo bem.
– Tudo bem?
– Chego aí em meia hora. Pare de beber. Me espere.
– Naomi? Naomi, você entende o que está fazendo?
– O quê?
– Você entende que está salvando a minha vida?”

Um dia – David Nichols

Qualquer semelhança com a realidade, é mera coincidência, caro David.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: